Espírito Santo

Adolescente de Vila Pavão está desaparecida há mais de um ano

Ainda é um mistério o desaparecimento de Katiane Renock

O desaparecimento da adolescente Katiane Renock Zava, de 17 anos, já dura um ano e quatro meses. Ainda é um mistério para a família. Nenhum vestígio foi encontrado até o momento ou divulgado pela Polícia. Ela foi vista pela última vez no dia 24 de Julho do ano passado.

Katiane sai de sua residência, que fica no Córrego da Rapadura, zona rural de Vila Pavão, para comprar uma chapinha e desde então não foi mais vista. Os únicos registros dela foram as imagens das câmeras de um supermercado.

ENTENDA O CASO:

Katiane saiu de casa com o pai, por volta das 10h30min, para encontrar uma pessoa no centro do município, que iria com ela comprar uma chapinha para cabelo. A adolescente foi deixada pelo pai próximo à rodoviária. De lá, o pai seguiu para Nova Venécia para tratar de outros assuntos.

Segundo a família, a jovem havia combinado de encontrar o pai à tarde, no mesmo lugar onde foi deixada, porém, Katiane não apareceu no local combinado. A adolescente também não encontrou a pessoa a qual iria se encontrar para comprar a chapinha e não retornou para casa.

De acordo com familiares, Katiane deixou seu celular em casa, porque estava sem crédito e ficou com o de seu pai. Por várias vezes, a família tentou entrar em contato com o telefone, mas o aparelho aparentemente estava desligado.

A câmera de um supermercado registrou imagens da garota no centro da cidade. No registro, Katiane teria se aproximado de uma moto. Mas nada está confirmado ou se tem suspeita em relação ao desaparecimento, segundo a mãe, Luciane Renock.

A família disse que Katiane é uma adolescente sossegada e que não tem o costume de sair de casa.

Quem tiver alguma informação sobre Katiane pode entrar em contato com o 180 ou no número (27) 9 9784-4685.

Tags

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios