GeralReligião

Faltam 100 dias para a Festa da Penha 2019

Está chegando a hora de celebrar a festa em honra à Padroeira do Espírito Santo, a Festa da Penha 2019. Faltam apenas 100 dias para os festejos e as milhões de expressões de devoção, carinho e amor à Nossa Senhora da Penha. Atualmente é a terceira maior festa mariana do Brasil, atrás apenas do Círio de Nazaré e da Festa de Nossa Senhora Aparecida. A Festa da Penha acontece de 21 a 29 de abril.

Estão previstas as tradicionais romarias, Missas, Oitavário, shows e eventos noturnos, a marca da fé como identidade dos capixabas e o infinito amor de Deus, manifesto na materna proteção da Virgem da Penha. A programação prevê também, atrações voltadas para a juventude, sendo o foco na linguagem e no jeito “jovem de ser Igreja”. Neste ano, o lema da festa é “Eis aqui a serva do Senhor”, Lucas 1, 38″, que é também a proposta de reflexão do Sínodo dos Bispos, realizado no final do ano passado e está em sintonia com o tema da Jornada Mundial da Juventude, a JMJ 2019 no Panamá.

A cada ano que passa mais e mais pessoas participam da programação noturna, muitas vindas de diversas partes do mundo, de outros estados ou mesmo do interior do Espírito Santo. A grandeza que a celebração se tornou, hoje em dia, é incalculável. Participar, para muitos é sinal de gratidão. Cada um na sua limitação, no seu jeito, na sua forma e na sua intimidade. Cada louvor elevado à Deus, por intermédio de Maria Santíssima, é expresso por meio da emoção, da canção e da doação. A Festa da Penha é hoje a mais linda e sincera manifestação de amor de milhões de filhos para uma Mãe, uma Mãe que abraça, acolhe, acalenta, revigora e inspira.

“Eis aqui a serva do Senhor”, é também uma das 7 Alegrias de Nossa Senhora, a primeira. Ao receber o anúncio do anjo Gabriel, dizendo que ela seria a Mãe do Salvador e que ele seria o Deus Conosco, o Santo, o Deus Humano, Maria não pensa duas vezes e logo diz “eis aqui a serva, faça-se em mim o teu querer, a tua vontade, teu plano, teu projeto.” 

A veneração à Virgem das Alegrias vai além da história do Espírito Santo. O carinho com a Mãe Padroeira, é também transformador, reunidor. Congrega a todos num único e importante ato celebrativo. As diferentes culturas, como a do congo, unem-se ao divino para louvar e bendizer o Senhor pelas maravilhas alcançadas pelas mãos da Senhora da Penha.

Veja a programação:

Com informações da Assessoria do Convento da Penha.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios